Reserva-Alecrim-opiniao
Viagens

Reserva Alecrim, a nossa experiência

“Acreditamos no respeito à natureza, na contemplação, na comunicação do silêncio. No poder genuíno da transformação pelo convívio entre pessoas e a cultura do local. No impacto da natureza, do mar, do sol, dos astros em cada pessoa. Acreditamos na reconexão dos nossos hóspedes para que voltem para as suas casas com um novo olhar, sentido, energizados. O nosso luxo está na simplicidade e na forma despretensiosa de viver”. Fonte: Reserva Alecrim.

Não podia estar mais de acordo com este pequeno excerto, escrito no guia de boas vindas da Reserva Alecrim. Nós, pais de 2 filhos, uma criança de 3 anos e 1 bebé de 5 meses, saímos da Reserva Alecrim conectados, relaxados, com a certeza de que menos é mais, e de que não é preciso muito para ser feliz…há qualquer coisa realmente de mágico naquela propriedade e nós tivemos a oportunidade de experienciar essa magia durante uma semana.

A Reserva Alecrim tem 28 hectares, onde os alojamentos estão milimetricamente distribuídos entre oliveiras, sobreiros, pinheiros e arbustos de alecrim (daí o nome). Existem vários tipos de alojamentos dentro da propriedade. Podem reservar um dome, uma eco house, uma eco suite, um eco pod, uma tenda safari ou uma casa de campo, sendo que de um modo geral todas têm quarto, casa de banho, kitchenette, ar condicionado, wifi e TV. As diferenças são maioritariamente as dimensões dos alojamentos, tendo alguns mais do que um quarto.

O dome é o ex-libris da reserva, pequenas cúpulas suspensas em decks de madeira, são também os primeiros alojamentos que saltam à vista assim que se vai descobrindo a reserva.

Nós ficámos numa eco-house, alojamento perfeito para quem tem filhos. Tinha 2 quartos e um deck gigante, onde passámos a maior parte do nosso tempo quando estávamos em casa. No deck fizemos de tudo, as nossas refeições, pinturas, trabalhos manuais, apanhámos sol, apanhámos chuva, contámos as estrelas, o meu marido treinou…tanta coisa!
A cozinha é equipada com tudo o que é preciso: máquina de café da Dolce Gusto, torradeira, frigorífico, panelas, frigideiras, talheres, pratos, copos, canecas e chávenas. Também tinha detergente para lavar loiça e esponja.

Nas áreas comuns encontramos a piscina infinita, que acredito que seja o local mais fotografado da reserva, uma piscina bio e o bar onde podem, para além de beber um cocktail, fazer as vossas refeições, pedir para take away ou para entrega no alojamento.
Comemos a pizza que não era uma pizza extraordinária, mas também não era má e valeu pela simpatia dos funcionários. Foram tão simpáticos, que a Matilde no fim quis oferecer um desenho.
O bar é o sítio perfeito para as noites de verão, com uma música ambiente magnífica (fartei-me de fazer Shazam) e a vista para a piscina biológica. Têm ao vosso dispor mantas e almofadas, caso sintam demasiado a dureza das cadeiras de madeira.

Piscina biológica (e os sapos ;))
Piscina infinita
Piscina biológica vista do bar

Apesar de terem opções para fazer todas as vossas refeições na reserva, têm a possibilidade de preparar refeições no alojamento. Perto da propriedade, a cerca de 15 minutos de carro, chegam a Santo André, onde podem ir ao centro da cidade e encontrar todos os supermercados possíveis na mesma rua (Pingo Doce, Lidl, Continente, Aldi e até a Modalfa). A Lagoa de Santo André é fantástica para as crianças. A Reserva Alecrim fica a 5 minutos do Badoca Safari Park onde, acabámos por não ir, porque eu tenho um grave problema em ver animais fora do seu habitat natural.

Lagoa de Santo André

A reserva também possui uma piscina coberta e, num local mais escondido, encontram a lagoa, onde podem fazer paddle ou simplesmente sentarem-se nas cadeiras e contemplar o silêncio.

Piscina coberta
Lagoa


O silêncio, a reserva estava com lotação máxima e mesmo assim o silêncio era notório. Na reserva o tempo parece que pára, há tempo para contemplar cada segundo do pôr do sol, para contar cada estrela no céu, para acordar e ouvir o cantarolar dos pássaros ainda na cama e para sentir cada alongamento do nosso corpo.


Deixámos a Reserva Alecrim com a certeza de que regressaríamos um dia. Quem sabe já este ano?
Guardem este post no vosso Pinterest para terem como sugestão do vosso próximo destino de férias ou escapadinha de fim de semana (após confinamento) e deixem-se inspirar pelo vídeo que podem ver mais abaixo e que foi partilhado no meu Instagram 😉

Com amor,
Claudia

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *